sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Anabatista no Século 14 - WALTER-LOLLARD

      Joshua Thomas (1719-1797), que foi Pastor da Igreja em Olchon Valley, País de Gales de 1746-1754, em seu livro "A Herança Batista Americana no País de Gales" traça a igreja [batista] americana às suas raízes em Olchon e detalha a existência do antigo enclave cristão [não romanista] por lá citando evidências que remontam ao século VI. O pregador Valdense [portanto rebatizador], Walter Lollard, veio da Alemanha para Inglaterra em 1315 a.D., e o pastor Thomas acreditava que Walter Lollard recebeu refúgio em Olchon por volta daquela época. Thomas observa que Walter Lollard estava ciente da existência [da igreja rebatizadora] de Olchon antes de chegar no País de Gales.

Thomas Crosby em sua obra: "História dos Batistas Ingleses" de 1738 também registra Walter Lollard residindo na Grã-Bretanha por algum período de tempo. "Na época de Eduardo II, por volta do ano 1315, Walter Lollard, um pregador batista alemão, um homem de grande renome entre os Valdenses, entrou na Inglaterra, espalhou suas doutrinas muitíssimo nestas partes, de modo que depois eles ficaram chamados pelo nome de Lollards. " Henry Knighton (1396), o cronista inglês, diz: "Mais da metade do povo da Inglaterra, em alguns anos, se tornou Lollards" (Knighton, col. 2664). Ao retornar à Europa, Walter Lollard foi capturado pelos católicos e foi queimado vivo, em Cologne, na Alemanha, em 1322.

Traduzido e enviado por Hélio S. Ferraz, 13.1.2017.

Hélio de M. Silva acrescentou explicações dentro de colchetes [].